A "Arte de morrer bem" - site dos Bispos Ingleses
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

A "Arte de morrer bem" - site dos Bispos Ingleses
Gaudium Press - 2016/11/09

Londres - Inglaterra (Quarta-feira, 09-11-2016, Gaudium Press) A Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales inaugurou um site que leva um curioso e ao mesmo tempo expressivo título: "A arte de morrer bem".

O novo site explica o segredo da boa morte. Aquela que se passa em casa, com os parentes e amigos ao redor do leito onde será dado o último suspiro; aquela morte que tem também junto a si um sacerdote que dê forças e alento, encoraje a esperança para esta última viagem que será o retorno ao Jesus que nos ama desde sempre.

O site Conferência Episcopal está dividido em seções. Cada uma delas enfrenta temas como: "A perda de uma pessoa querida", "Ocupar-se de quem morre" e "Falar da morte". Além disso oferece conselhos práticos e os recursos espirituais de que a Igreja dispõe há séculos.

Quem conhece a morte, hoje em dia?


A Dra. Kathryn Mannix, uma especialista em terapias paliativas, esteve ao lado dos criadores do site como consultora.

Ela afirma: "No meu trabalho cotidiano, ao lado de pacientes terminais, o que mais vejo é o medo do que não se conhece".

"Os progressos realizados pela medicina fazem que muitos pacientes terminais, para quem nada mais se pode fazer, sejam hospitalizados. O resultado disso, acrescenta, é que se morre quase sempre em hospitais e o resto da sociedade não sabe mais o que é a morte", diz a Dra. Kathryn.

A médica afirma que o site dos Bispos Ingleses traz também conselhos muito práticos sobre a importância de falar com as pessoas queridas sobre onde e como se deseja morrer.

A solidão na hora da morte

O porta-voz da "Marie Curie", uma das mais importantes organizações de terapias paliativas do Reino Unido, Scott Sinclair afirma que "os britânicos não gostam de falar de morte; doutores e enfermeiros não estão preparados para acompanhar os pacientes nesta última viagem e o resultado é que muitas pessoas, embora circundadas por outras, chegam à morte sozinhas". (JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações RV)

Votar Resultado 1  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.