SAN BENEDETTO IN PISCINULA_Roma.jpg

No coração do Trastevere, o bairro mais "romano" da Cidade Eterna, encontra-se a igreja de San Benedetto in Piscinula. Com mais de mil anos de história, ela constitui
um insigne tesouro artístico medieval de Roma.

San Benedetto in Piscinula - Roma.jpg
Do campanário se escuta ainda hoje o som solene
do sino mais antigo de Roma, fundido em 1069

 A origem da igreja de San Benedetto in Piscinula se perde na noite dos tempos. Os antigos documentos apenas a citam, e nenhum códice medieval nos refere a sua história. Situa-se ela no local onde outrora se erigia a Domus Aniciorum, a suntuosa vivenda da importante família Anicia, à qual pertencia São Bento. É aqui que o venerável abade residiu durante sua estadia em Roma - quando veio à cidade para estudar - em torno do ano de 480.

 Sua cela, pequenino espaço escolhido pelo Santo como morada, é conservada até hoje. No silêncio de suas paredes Deus lhe comunicou as primeiras graças que, mais tarde, culminariam na fundação da obra religiosa e cultural decisiva para o futuro da Europa e do Ocidente, a Ordem Beneditina. Junto à cela, encontra-se um afresco de Nossa Senhora da Misericórdia, diante do qual ele rezava, pedindo graças para ser fiel a seus propósitos. Afirma a tradição ser esta a primeira imagem da Mãe de Deus, objeto da devoção de São Bento.

Construída por volta do século X, apesar de a capela onde se encontra a cela de São Bento remontar ao século VIII, a igreja é pequenina e discreta, parece uma basílica em miniatura. Como bem dizia um peregrino italiano, ela é semelhante ao Menino Jesus, se fez pequena para ser mais acessível aos homens.

Nos primeiros tempos, a igreja foi dedicada à Santa Virgem Maria, mas posterCampanário_San Benedetto in_Piscinula.jpgiormente recebeu o título de San Benedetto, dado pelos devotos do Santo. Já o nominativo "in Piscinula" se refere, segundo uma forte corrente de historiadores, à proximidade das piscinas de antigos estabelecimentos termais.

Uma de suas grandes obras artísticas é o pavimento formado de belos mosaicos de mármore em estilo cosmatesco, (cosmei, em grego, significa ornar). É um estilo caracteristicamente medieval, trazido à Cidade Eterna pelos beneditinos.

Em San Benedetto encontra-se o único pavimento cosmatesco original do mundo. Enquanto os demais sofreram alterações, este permanece intato há quase mil anos.

Coroa a igreja um pitoresco campanário românico, o menor da Urbe. Mas esse pequeno campanário guarda um grande tesouro: é o sino mais antigo de Roma, fundido em 1069!

Nesse lugar impregnado de sobrenatural e marcado pela História, o passado e o futuro se encontram de uma maneira singular, pois no que restou da antiga casa de São Bento vivem hoje jovens Arautos do Evangelho, aos quais a igreja foi confiada pela Diocese de Roma.

Eles lá estão à disposição de peregrinos de todo o mundo que acorrem a contemplar as riquezas sobrenaturais e as maravilhas artísticas desse venerável templo. Indo a Roma, não deixe de visitar San Benedetto in Piscinula, casa dos Arautos do Evangelho na Cidade Eterna, e também sua casa.                                                        

*  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *

A Diocese de Roma confia a Igreja de San Benedetto in Piscinula
aos Arautos do Evangelho

A presença da Associação [Arautos do Evangelho] em San Benedetto in Piscinula constitui um enriquecimento à
Diocese de  Roma. Portanto, o Ordinário  dispõe que a Igreja de San Benedetto in Piscinula seja pastoralmente ligada
às  atividades da Associação Arautos  do Evangelho, cujos membros  exprimem a própria identidade cristã com o
testemunho  de vida,  com atenção posta   especialmente no apostolado,  e vivendo a própria consagração
batismal, por meio  de Maria, segundo a  espiritualidade de São Luís M. Grignion de Montfort.

Com estas palavras, o Cardeal Camillo Ruini, Vigário de Sua Santidade para a Diocese de Roma, confiava oficialmente aos Arautos do Evangelho, no dia 31 de maio de San_Benedetto_in_Piscinula.jpg2003, a Igreja de San Benedetto in Piscinula, situada no bairro romano de Trastevere.

A Associação Arautos do Evangelho, atendendo ao convite da Diocese de Roma, comprometeu-se a prestar ao Reitor da igreja seu serviço de apoio no exercício da atividade pastoral, particularmente na animação litúrgica das Celebrações, na custódia e decoro da igreja e dos paramentos sagrados, bem como no acolhimento aos peregrinos.

O Reitor, por sua vez, exercerá o ministério sacerdotal em harmonia com a pastoral diocesana, em colaboração fraterna com a paróquia, na consideração atenciosa do espírito e do estilo próprio da experiência associativa dos Arautos do Evangelho.

Pela primeira vez, a Igreja de Roma, Diocese do Santo Padre,confia um lugar sagrSan_Benedetto_in_Piscinula_.jpgado e a atividade pastoral aí desenvolvida a uma associação privada de leigos.

Com razão os Arautos do Evangelho consideram essa etapa um acontecimento importante para a vida da Associação. Trata-se de um precioso fruto, maturado após o dia 22 de fevereiro do ano 2001, quando, na festa da Cátedra de Pedro, obtiveram do Pontifício Conselho para os Leigos o reconhecimento como Associação Privada de Fiéis de Direito Pontifício.

Por um desígnio da Divina Providência, iluminados pela presença materna de Maria Santíssima, os Arautos do Evangelho fazem agora parte integrante da vida e da história da Igreja de Roma, inserindo-se no sulco fecundo do bimilenário caminho da Igreja Católica que, na Cidade Eterna, Sede do Sucessor do Apóstolo Pedro, encontra seu centro de unidade e de irradiação da fé. 

O Carisma dos Arautos do Evangelho tem seu fundamento na Eucaristia, se distingue por uma especial devoção à Virgem e é caracterizado por um particular vínculo à pessoa do Papa e ao seu magistério. Através do reconhecimento pontifício anterior e da entrega, agora, de uma igreja em Roma, eles recebem uma qualificada confirmação da atualidade e eficácia de seu serviço apostólico à Igreja e à Nova Evangelização. (Mons. Adriano Paccanelli, Cerimoniário da Basílica de Santa Maria Maior, Revista Arautos do Evangelho, Jul/2003, n. 19, p. 18)

 


Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.