Vou morrer sozinha
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

Vou morrer sozinha
Livro Jacinta e Francisco Prediletos de Maria - Mons João Clá - 2008/11/07

Não estava distante, porém, o dia em que ela poderia satisfazer esse seu grande desejo. No início de julho de 1919, o agravamento da doença obrigou o traslado de Jacinta para o Hospital de Vila Nova de Ourém, onde passou quase dois meses de verdadeiro martírio.

- Sofro, sim - revelou a Lúcia -, mas ofereço tudo pelos pecadores e para reparar o Imaculado Coração de Maria! Gosto tanto de sofrer por seu amor, para dar-Lhes gosto! Eles gostam muito de quem sofre para converter os pecadores.
Padecer por aqueles que pecam, pelo Santo Padre, em reparação a Nosso Senhor e Nossa Senhora: era o seu ideal; era no que falava com grande entusiasmo!

jacinta_5...jpgEm fins de agosto de 1919, a pastorinha voltou para casa, com uma grande ferida aberta no peito, cujos curativos diários suportava sem uma queixa sequer, sem mostrar o menor sinal de aborrecimento.

Entretanto, como as almas que se sacrificam são as prediletas da Divina Providência, mais uma vez a Santíssima Virgem a visitou, para lhe anunciar novos sofrimentos. Impressionada pela aparição da Senhora, a pastorinha chamou imediatamente a prima Lúcia e lhe contou o que se passara:

- Ela me disse que vou para Lisboa, para outro hospital. Que não voltarei a ver você, nem os meus pais. Que, depois de sofrer muito, vou morrer sozinha. Mas que não tenha medo; pois Ela vai lá me buscar para o Céu.

E, chorando, abraçava Lúcia, repetindo entre soluços:

- Nunca mais vou voltar a ver você! Nem minha mãe, nem meus irmãos, nem meu pai! Nunca mais vou ver ninguém! Você não vai me visitar lá. Olha! Reze muito por mim, pois vou morrer sozi¬nha.

Os dias anteriores a sua ida para o hospital em Lisboa foram de horríveis sofrimentos, agravados pela idéia, que não a abandonava, de morrer longe dos seus familiares. Lúcia insistia para que não pensasse nisso, mas Jacinta respondia:

- Deixe-me pensar, porque, quanto mais penso, mais sofro. E eu quero sofrer por amor de Nosso Senhor e pelos pecadores. E depois não me importo! Nossa Senhora vai me buscar lá, para ir para o Céu.

Às vezes era vista abraçando e beijando um Crucifixo, dizendo em voz alta:

- Ó meu Jesus! Eu Vos amo e quero sofrer muito por vosso amor. Ó Jesus! Agora podes converter muitos pecadores, porque este sacrifício é muito grande!

(Livro Jacinta e Francisco Prediletos de Maria - Monsenhor João Clá)

 

 

Votar Resultado 2  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.
Josias
  -   3 de abril de 2011

Que papel importante essas crianças tem na história da Igreja.